sexta-feira, 15 de maio de 2009

CPI da Petrobras

por gmfiuza

petróleo é nosso, e o prejuízo também. Depois de aliviar a Petrobras de contribuir para o superávit da nação (uma espécie de café com leite fiscal), o governo libera a multinacional verde-amarela de pagar imposto.

É a multinacional vermelha – do PT e do buraco.

Só rindo para não chorar. A locomotiva do estatismo lulista, que ia levar o PAC nas costas, virou pedinte do cidadão. Depois de pegar 2 bilhões de reais da Caixa, em tempo de crédito escasso, a Petrobras bica só mais 4 bilhões do contribuinte, para pagar um dia desses, quem sabe.

As coisas que acontecem no Congresso Nacional, e que tanto arrepiam a opinião pública, são brincadeira de criança perto desse escândalo chamado Petrobras.

A caixa preta da contabilidade petrolífera daria para bancar as estripulias dos deputados e senadores por cinco gerações. Manipulam o preço do óleo como bem entendem, vivendo num paraíso monopolista pós-soviético – pura jogatina com fachada de indústria.

Por que não se faz a CPI da Petrobras? Porque ela é boazinha com as pessoas certas. E o que as pessoas erradas estão esperando?

Alguém convidou o nobre leitor para entrar nesse rachuncho de 4 bilhões de favor tributário à Petrobras? Se não convidou, sinta-se mais do que convidado. Você é acionista dessa mãozinha à multinacional verde-amarela, orgulho do povo brasileiro.

O governo popular sabe escolher seus amigos. Enquanto desmonta o Estado, vitamina a Petrobras, o Banco do Brasil e demais ilhas sindicais da economia pública.

O petróleo é nosso. O Delúbio é nosso. E nós somos o partido da privatização do Estado. Vocês que se virem.

Nenhum comentário: