terça-feira, 19 de maio de 2009

Farinha do mesmo saco

com a palavra o Ministério Público Estadual

O vereador Mário Frota (PDT) levantou questão de ordem na reunião de hoje da Câmara Municipal de Manaus, para contestar a contratação de uma empresa para realizar estudo sobre o trânsito e o transporte coletivo de Manaus.Segundo o líder do PDT, "ninguém sabe as razões da contratação de uma empresa sem licitação pública para dizer que o trânsito é caótico e o sistema de coletivo está quebrado". Frota lembrou que na administração passada, o prefeito Serafim Corrêa (PSB) fez a mesma coisa, contratando por R$ 1,9 milhão a UnB (Universidade de Brasília) para elaborar um projeto que iria resolver o problema do trânsito e do transporte coletivo e, literalmente, jogou o trabalho da Unb no lixo. "E agora o atual prefeito contrata empresa por R$ 745 mil reais só para dizer que o transporte de Manaus está falido, o que qualquer imbecil sabe, pois até as pedras sabem que o sistema está falido e o trânsito é o mais caótico do país". Para o vereador Mário Frota "os governantes tratam o povo como palhaço

Nenhum comentário: