terça-feira, 9 de junho de 2009

Prejuizos ao erário



Ocumprimento da decisão judicial da juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal, Euza Vasconcelos, de reintegrar o Banco do Brasil à Prefeitura de Manaus, o qual deve acontecer nas próximas horas, trará, no mínimo, prejuízo ao erário. Motivo: o BB terá de volta não somente as contas e os vencimentos de servidores, pensionistas e estagiários, mas, também, o pagamento referente ao contrato com o Executivo. Do outro lado, o banco Bradesco continuará recebendo por acordo semelhante. Ou seja, serão efetivados dois pagamentos, certamente. Se a prefeitura vai recorrer da decisão ainda não se sabe, uma vez que mesmo a sentença tendo sido dada no mês passado até ontem as secretarias esperavam por uma comunicação formal para agir. O fato é que se deve pensar, sobretudo, que está em jogo o dinheiro público. É preciso tomar uma iniciativa rápida.

Nenhum comentário: