domingo, 7 de março de 2010

IMPEDIDA A VIOLAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO COLOMBIANA!

O Partido Comunista Colombiano, integrante do Pólo Democrático Alternativo, saúda com grande satisfação o pronunciamento final da Corte Constitucional sobre os vícios de inexequibilidade que continha o projeto de referendo que intentava assegurar a permanência no poder do presidente Álvaro Uribe através de inumeráveis manobras e atos viciados que pretenderam desrespeitar as leis vigentes e a própria Constituição da República.

Sem dúvida, se trata de um fato histórico que se antepõe ao apetites pessoais e ao desejos de controlar sem limitação alguma todas as instâncias do poder, os preceitos do respeito à legalidade e ao acordo social que encarna a Constituição de 1991, incluídos os mecanismos de contrapeso e a independência dos poderes públicos, indispensáveis para a administração equilibrada do Estado.

Consideramos que no campo puramente político, se trata da mais clara e decidida derrota da forças que levaram o país a uma de suas mais profundas crises, refletida nos abismais desequilíbrios sociais hoje presentes na sociedade colombiana, nas imoralidades que conduzem boa parte das decisões governamentais, na associação de um setor importante do stableshment com grupos criminosos que não só assaltam de maneira gravíssima os cofres estatais como provocam um das maiores tragédias humanitárias da história, ao levar ao deslocamento forçado de milhões de compatriotas.

O Partido Comunista Colombiano chama os setores democráticos, as forças políticas que ainda não se contaminaram com o narco-paramilitarismo e todos os colombianos e colombianas que acreditam no possibilidade de uma saída política à gravíssima encruzilhada em que se encontra a Colômbia, para respaldar a Corte Constitucional, que se converteu num bastião importante em defesa do que nos resta de democracia e da garantia dos direitos do povo colombiano. Hoje mais que nunca, consideramos que a mudança democrática é possível e que as portas estão abertas para procurar uma sociedade justa e transparente.

Convidamos os democratas a fortalecer o Pólo Democrático Alternativo e os processos unitários para impedir qualquer saída forçada e buscar as convergências necessárias para alcançar as reivindicações sociais das maiorias populares, as mudanças democráticas e a paz com justiça social, negada por um regime contrário à salvação do país.


PARTIDO COMUNISTA COLOMBIANO

Bogotá, fevereiro de 2010

Traduzido por Dario da Silva

Postagem de: Luiz Navarro

Nenhum comentário: