terça-feira, 15 de junho de 2010

SAUDADES DOS ARTISTAS REVOLUCIONARIOS!

É grande a saudade dos artistas revolucionarios, que tinham grande independência das emissoras e gravadoras e esternavam para seu público o que tinham contido na alma. Como exemplo forte, citamos Emilinha Borba, com a musica criticando a falta d!água no Rio de Janeiro. - Tomara que chova tres dias sem parar a minha grande magoa lá em casa não tem água e eu preciso me lavar. E temos artista vivo que estão em pé de igualdade com aqueles que deixaram muita saudade. Cito como exemplo o grande compositor e intérprete o nosso querido  e audaz Chico Buarque de Holanda com as músicas Construção e aquela que foi dirigida ao Garrastazu Médici terceiro Presidente do golpe de 1964. - Apesar de você  amanhã há de ser outro dia. Infelizmante surgiu a rêde Globo e asfixiou a criatividade passando a prestigiar os autores melosos e pseudos românticos.
Chico Buarque de Holanda é uma lenda viva, que parece haver perdido a capacidade de protestar.
A capacidade do capitalismo se renovou. Na cidade de Manaus os capitalistas mantém a Zona Leste, debaixo de constantes pervesidades em não fornecer o liquido necessario e insubstituivel que é a agua, a uma população carente que acreditou nas promessas mentirosas e farsante do que é Prefeito da cidade de Manaus.
Existe uma covardia gritante em pessoas que estão no poder, que são incapazes de cumprir o que prometeram ao povo, preferindo aplicar o estelionato eleitoral.


Postagem de : Luiz Navarro

Nenhum comentário: