sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

COMUNICADO DO PARTIDO COMUNISTA EGÍPCIO

A Revolução prossegue até à realização das reivindicações populares


por PCE [*]

A hora da verdade aproxima-se. A hora em que o povo egípcio imporá a queda de Mubarak e a mudança do seu regime.



O regime da opressão vive os seus últimos momentos, sobretudo depois de os seus tutores estado-unidenses o terem largado na sequência da Revolução popular que cresce em todas as cidades e regiões do Egipto.



As manifestações de hoje, que reuniram milhões de cidadãos bradando a palavra-de-ordem da partida de Mubarak, garantem o fracasso de todas as tramas perpetradas pelo ditador e o seu bando que visam liquidar a Revolução.



O acordo entre os diferentes partidos da oposição sobre a formação de um Comité de Salvação Pública tendo o aval das massas populares, nomeadamente dos manifestantes, é um ponto decisivo para realizar as reivindicações políticas, económicas e sociais colocadas pela Revolução.



Eis porque insistimos nas reivindicações essenciais aceites por todas as forças patrióticas representadas no Parlamente popular constituído:



1- Impor a queda de Mubarak e formar um Conselho presidencial para um período bem determinado.



2- Formar um governo de aliança que ficará encarregado da direcção do país durante este período transitório.



3- Apelar à formação de uma Assembleia Constituinte eleita que terá como tarefa preparar uma nova Constituição baseada no princípio da soberania nacional e garantindo a alternância no quadro de um Estado laico, democrático e justo.



4- Julgar os responsáveis pelos massacres que fizeram centenas de mártires e milhares de feridos, assim como os responsáveis pela corrupção que roubaram as riquezas produzidas pelo povo egípcio.



Viva a Revolução do povo egípcio.



Cairo, primeiro de Fevereiro de 2011



Partido Comunista Egípcio

Postagem de : Luiz Navarro

Nenhum comentário: