domingo, 10 de abril de 2011

COMPANHEIRO GEGÊ- NÃO A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS

Companheiro Gegê


09 Abril 2011

Classificado em PCB - Notas Políticas do PCB

Crédito: PCB

Viva a Liberdade!

O companheiro Gegê, líder dos movimentos sociais de moradia, foi absolvido dia 05 de abril deste ano pela justiça de São Paulo, após um processo que durou vários anos. Ao longo desse período, o companheiro foi injustamente preso, acusado de um crime que não cometeu, e viveu a maior parte do tempo na clandestinidade.

O processo, na verdade, além de absurdo, pois Gegê não cometeu nenhum crime, foi uma tentativa de criminalização dos movimentos sociais e uma forma de tentar calar e desmoralizar uma das principais lideranças comunitárias de São Paulo.

Vale recordar que a acusação contra o companheiro Gegê se baseava em falsos testemunhos de um traficante de drogas, que queria o controle de uma ocupação na região central de São Paulo e que acusou Gegê de ser não só o mandante de um assassinato, mas de promover a fuga do assassino. Baseado nas falsas acusações, o delegado não ouviu as testemunhas que estavam no local e afirmavam não ter sido Gegê o autor de nenhum crime. Ouviu apenas testemunhas de acusação, todas com interesse em enfraquecer e desmoralizar os movimentos sociais.

No entanto, durante todo esse período o companheiro Gegê contou com ativa solidariedade dos movimentos sociais e políticos, que organizaram várias manifestações, abaixo-assinados, mobilização e campanha nacional por sua libertação. Este foi um fator fundamental para que o júri popular e até mesmo o promotor dessem parecer favorável à sua libertação, o que terminou sendo uma grande vitória do movimento popular.

Viva a libertação do companheiro Gegê.

Comissão Política do PCB

Postagem de: Luiz Navarro

Nenhum comentário: