quarta-feira, 27 de junho de 2012

GOLPES DE ESTADO NÃO SE SUSTENTAM MAIS !



O Golpe de Estado perpetrado pelos EUA, contra o governo constitucional de Fernando Lugo, no Paraguai, tem o repudio de todas as nações sulamericanas. O povo está atento e os Movimentos Sociais não hesitarão, ao enfrentar a clara tentativa de quebra da normalidade democratica, com ações ilegitimas de remoção de governo legalmente constituido.
 O povo finalmente acordou e de agora em diante, os governos terão que entregar o que tem direito os trabalhadores, quando paralisam suas atividades, em busca de melhores condições de ganho. O que se pode observar nas greves é que a mídia está perdendo seu poder de persuasão, na tentativa de quebrar o animo dos grevistas porque a mídia está sempre contra o povo.
Também a mídia não tem conseguido demover os trabalhadores de deixarem de defender os governos legalmente constituídos haja vista, as constantes manifestações da população em Honduras, na busca pelo retorno da legalidade do governo constituído, afastado por um Golpe de Estado patrocinado pelo Governo imperialista dos EUA.
Os golpes de Estado na América do Sul, contemporaneos,  conhecidos são:  Venezuela, Honduras e agora no Paraguai, todos por causa das reformas agrarias, beneficiando as populações mais pobres. Querem os golpistas continuar explorando a população mantendo a terra improdutiva como aconteçe no Brasil, e ainda criminalizando descaradamente os Movimentos Sociais, para locupletarem-se com especulação. São atos criminosos de "lesa pátria", que o povo está absolutamente cansado de aceitar.

Postado e escrito por: Luiz Navarro

segunda-feira, 18 de junho de 2012

MOSSAD É QUEM COMANDA A REPRESSÃO NO AMAZONAS

From: riba.mitoso@hotmail.com
To: politica@acritica.com
Subject: FW: José Ribamar Mitoso
Date: Mon, 18 Jun 2012 16:05:05 -0300


Ivânia, creio que será melhor uma repercussão internacional para a nova ditadura militar que está sendo implantada em nosso Estado. Os métodos de tortura física e psicológica, assassinatos, equipamentos de escuta telefônica, câmaras de segurança e até a proteção-colete dos políciais militares são fornecidos pelo exército israelense e pelo MOSSAD- serviço secreto assasssino de Israel. ( leia o artigo do Ribamar Bessa sobre o Thomazinho Meirelles- foi o MOSSAD que ensinou os assissinos brasileiros a arrancar unhas de presos políticos)  . Uma empresa israelense- Goldman- é a fornecedora. O Mário Antônio Sussman é o chefe deste esquema no Amazonas. Levou a mulher ao "suicídio"e acha que pode me "suicidar". Ao invés de controlar as contas dos corruptos, como sub-controlador do Estado, resolveu , como puxa-saco e lobysta, controlar o pensamento crítico aos interesses de suas empresas e ainda advoga para os "controlados", vide Associação de Amigos da Cultura ( ou do alheio).
O Márcio Souza é sócio dele. desde o famoso empréstimo concedido aos dois pelo BEA, nos anos 70. O crítico literário Wilson Martins, no Suplemento Literário d`O  Estado de Minas, denunciou o esquema nos anos 80.
A propósito, ontem, domingo, a PM deste filho da puta, ainda no rastro da invasão do meu terreno e do terrorismo psicológico,  me seguiu no centro de Mnaus e na lanchonete El Shadai, no El Dorado. Hoje, me seguiu no Restaurante do Hotel Manaós e aqui, na porta da Lan-House MIx , na Rua 24 de Maio, de onde estou mandando este email. Tenho testemunha e estou filmando tudo. OA casa Civil , Tasso, O Omar, o Conselho de Direitos Humanos , o Arcecebispo, Os deputados Zé Ricardo e Luiz Castro, a OAB, o Ministério Público e o Judiciário já sabem e não conseguem controlar a fúria da máfia israelense.
Por isso , leia os artgos V e VI da Convensão sobre Asilo Diplomático e entensa minha situação.
Agradeço a solidariedade e qualquer coisa que aconteça comigo, você já sabe quem são os assassinos!  

From: riba.mitoso@hotmail.com
To: conshumana@sejus.am.gov.br
Subject: José Ribamar Mitoso
Date: Mon, 18 Jun 2012 15:44:59 -0300

Postagem e comentários de: Luiz Navarro - Me vejo na obrigação de publicar o artigo do prezado camarada Ribamar Mitoso, devido a gravidade da denuncia,que no minimo deverá ser examinada pelo Ministério Público.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

EXPULSAR CAMELÔS DAS RUAS É UM TIRO NO PÉ. UM PREFEITO EM MANAUS TAMBÉM JÁ EXPULSOU "CAMELÔS".".

O Kassab de São Paulo, está agindo na maior cara de pau, tentando expulsar os "camelôs"de seus locais de trabalho. É uma estupidez pois, além de ferir os direitos civis dos "camelôs ", é um ato de crueldade humana. Tem que ser penalizado o poder público, que permitiu que pessoas se estabelecessem em áreas não permitidas. Após décadas de permanência ocupando o solo municipal, o homem de acordo com todas as Leis garantiu a sua posse e caso o poder público pretenda remove-los tem obrigatoriamente que providenciar local condizente para aloja-los.
O político que expulsou os "camelôs", das ruas de Manaus, nunca mais, conseguiu se reeleger para cargo executivo, conseguia se eleger para o legislativo e já não consegue mais, apesar da grana preta que vem pagando a certos Blogs. Tudo porque para conseguir o apoio do governador da época resolveu expulsar os "camelôs", dos locais de trabalho dos mesmos. Logo em seguida o Governador o enganou tanto é que o mesmo dizia - Vou te dar palmadas no bumbum governador!!!!!!!!!!!!!
 Expulsar "camelôs e um ato truculento contra pais de famílias, que adquiriram o direito ao uso do solo e que só tem o objetivo,  sustentar suas famílias de forma digna.
O Kassab em breve receberá a lição que outros já tomaram. A crueldade do político, tem volta e é rápido, o povo o esquece.

Postado e escrito por: Luiz Navarro

segunda-feira, 4 de junho de 2012

ONU RECOMENDA O FIM DA POLICIA MILITAR NO BRASIL


ONU recomenda o fim da Polícia Militar no Brasil

ImprimirPDF
imagem
Olhar Comunista desta quinta aborda dois assuntos interligados, divulgados na imprensa: a ONU recomenda o fim da Polícia Militar no Brasil ao mesmo tempo em que se fica sabendo que temos a 4º maior população carcerária do mundo.

A sugestão do Conselho de Direitos Humanos da ONU é para que o país combata os "esquadrões da morte" e que suprima a Polícia Militar, acusada de numerosas execuções extrajudiciais.
No Conselho, a Coreia do Sul falou diretamente de "esquadrões da morte" e a Espanha solicitou a "revisão dos programas de formação em direitos humanos para as forças de segurança, insistindo no uso da força de acordo com os critérios de necessidade e de proporcionalidade, e pondo fim às execuções extrajudiciais".
Quando o Estado não é assassino, é carcereiro. Com cerca de 500 mil presos, o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo e um sistema prisional superlotado. Segundo a ONG Centro Internacional para Estudos Prisionais, só ficamos atrás dos EUA (2,2 milhões), China (1,6 milhão) e Rússia (740 mil).
Extermínio e Cadeia. A "solução" das elites locais nos últimos 512 anos para a contenção da miséria e o amedrontamento da população parece cada dia mais intragável, mesmo para as elites globais com assento na ONU...

Postagem de: Luiz Navarro

sábado, 2 de junho de 2012

O DESENVOLVIMENTO ESTRUTURAL DA OAB FOI POR DEDICAÇÃO DE DOIS............



                                 Foi responsável pela estruturação da OAB, no estagio em que se encontra,  o José Paiva, advogado trabalhista, apoiado pelo competente advogado Felix Valois. A OAB, não possuía até bem pouco tempo uma sede sequer. Um Prefeito, doou o terreno alagadiço sem qualquer condições de habitabilidade, e os dois conseguiram edificar a sede atual da OAB, colocando os advogados Amazonenses debaixo de um teto.
O Advogado Felix Valois conhecido por sua honestidade e competência foi o responsável pela organização financeira da OAB, continuando o estabelecimento de benefícios a classe  a qual pertence.
Felix Valois, Concorreu para 5º Desembargador Constitucional indicado em lista tríplice e escolhido como o primeiro mais votado pela OAB, para assumir o cargo. Foi preterido pelo governador da época que escolheu outro, desprestigiando a OAB, que o indicava Felix Valois.
Neste momento é a hora dos Advogados, mostrarem aos poderosos de plantão, que devem respeitar os homens dignos e honestos e competentes dos quais tem pavor,  votando para presidente da OAB, em Felix Valois.

Postado e escrito por : Luiz Navarro