Nota em repúdio à invasão da sede do Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro
Nós, movimentos sociais, organizações, militantes políticos, profissionais liberais, artistas, estudantes, ex-presos políticos e anistiados, viemos por meio desse documento rechaçar veementemente a invasão da sede do Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro (GTNM-RJ) na quinta-feira, dia 19 de agosto de 2012.
Entendemos que esse tipo de procedimento é um claro atentado à democracia e remete às práticas perpetradas pela repugnante Ditadura Militar (e aos seus resquícios fascistas). Aqueles que cometeram tão ação, devem ser punidos, assim como as dezenas de torturadores que ainda ocupam cargos públicos importantes.
O GTNM-RJ é uma referência na luta brasileira pelo direito à memória, justiça, verdade e pela apuração dos crimes de terrorismo de estado realizados tanto naquele período como hoje em dia.
O ataque a sua sede, assim como o roubo de documentos e as ameças aos seus membros, expõem como o passo rumo à uma justiça de transição precisa urgentemente ser estabelecido. A recente aprovação da Comissão da Verdade é só uma das etapas, dentre várias, que devemos dar rumo à consolidação de uma democracia que ainda é incipiente no Brasil.
O sangue de nossas memórias nos lembram, constantemente, que as vozes dos que caíram ontem para derrubar uma ditadura e consolidar uma democracia não foram em vão. Não recuaremos de nenhuma maneira a essas ameaças covardes e mesquinhas por partes de segmentos direitistas da sociedade. E sublinhamos que esses procedimentos, como essa invasão, só fortalecem mais e mais nossos vínculos para consolidar a luta interminável em prol da justiça, memória e verdade.
Assinam essa nota:

  1. AATR – Associação de Advogados de Trabalhadores Rurais no Estado da Bahia – Salvador – BA
  2. Amigos da Terra Brasil – Porto Alegre – RS
  3. ANAÍ – Salvador – BA
  4. Aparecidos Políticos -CE
  5. Associação 64/68 – Anistia - CE
  6. Associação Aritaguá – Ilhéus – BA
  7. Associação de Moradores de Porto das Caixas (vítimas do derramamento de óleo da Ferrovia Centro Atlântica)  – Itaboraí – RJ
  8. Associação Socioambiental Verdemar  – Cachoeira – BA
  9. CEDEFES (Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva) – Belo Horizonte – MG
  10. Central Única das Favelas (CUFA-CEARÁ) – Fortaleza – CE
  11. Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará (CEDENPA) – Belém – PA
  12. Centro de Cultura Negra do Maranhão - São Luís - MA
  13. Coordenação Nacional de Juventude Negra – Recife – PE
  14. CEPEDES (Centro de Estudos e Pesquisas para o Desenvolvimento do Extremo Sul da Bahia) – Eunápolis – BA
  15. CEERT (Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades) -  São Paulo - SP
  16. CPP (Conselho Pastoral dos Pescadores) Nacional
  17. CPP BA – Salvador – BA
  18. CPP CE – Fortaleza – CE
  19. CPP Nordeste – Recife (PE, AL, SE, PB, RN)
  20. CPP Norte (Paz e Bem) – Belém – PA
  21. CPP Juazeiro – BA
  22. CPT – Comissão Pastoral da Terra Nacional
  23. Crítica Radical - CE
  24. CRIOLA – Rio de Janeiro – RJ
  25. EKOS – Instituto para a Justiça e a Equidade –  São Luís – MA
  26. FAOR – Fórum da Amazônia Oriental – Belém – PA
  27. Fase Amazônia – Belém – PA
  28. Fase Nacional (Núcleo Brasil Sustentável) – Rio de Janeiro – RJ
  29. FDA (Frente em Defesa da Amazônia)  – Santarém – PA
  30. FIOCRUZ – RJ
  31. Fórum Carajás – São Luís – MA
  32. Fórum de Defesa da Zona Costeira do Ceará – Fortaleza – CE
  33. FUNAGUAS – Terezina – PI
  34. GELEDÉS – Instituto da Mulher Negra  – São Paulo – SP
  35. Grupo de Pesquisa da UFPB - Sustentabilidade, Impacto e Gestão Ambiental - PB
  36. GPEA (Grupo Pesquisador em Educação Ambiental da UFMT) – Cuiabá – MT
  37. Grupo de Pesquisa Historicidade do Estado e do Direito: interações sociedade e meio ambiente, da UFBA – Salvador – BA
  38. GT Observatório e GT Água e Meio Ambiente do Fórum da Amazônia Oriental (FAOR)  - Belém – PA
  39. IARA – Rio de Janeiro – RJ
  40. Ibase – Rio de Janeiro – RJ
  41. INESC – Brasília – DF
  42. Instituto Búzios – Salvador – BA
  43. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense – IF Fluminense – Macaé – RJ
  44. Instituto Frei Tito - CE
  45. Instituto Terramar – Fortaleza – CE
  46. Justiça Global – Rio de Janeiro – RJ
  47. Movimento Cultura de Rua (MCR) – Fortaleza – CE
  48. Movimento Inter-Religioso (MIR/Iser) – Rio de Janeiro – RJ
  49. Movimento Popular de Saúde de Santo Amaro da Purificação (MOPS) – Santo Amaro da Purificação – BA
  50. Movimento Wangari Maathai – Salvador – BA
  51. NINJA – Núcleo de Investigações em Justiça Ambiental (Universidade Federal de São João del-Rei) – São João del-Rei – MG
  52. Núcleo TRAMAS (Trabalho Meio Ambiente e Saúde para Sustentabilidade/UFC) – Fortaleza – CE
  53. Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego – Macaé – RJ
  54. Omolaiyè (Sociedade de Estudos Étnicos, Políticos, Sociais e Culturais)  – Aracajú – SE
  55. ONG.GDASI – Grupo de Defesa Ambiental e Social de Itacuruçá – Mangaratiba – RJ
  56. Opção Brasil – São Paulo – SP
  57. Oriashé Sociedade Brasileira de Cultura e Arte Negra  – São Paulo – SP
  58. Projeto Recriar – Ouro Preto – MG
  59. Rede Axé Dudu  – Cuiabá – MT
  60. Rede Matogrossense de Educação Ambiental – Cuiabá – MT
  61. RENAP Ceará – Fortaleza – CE
  62. Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza - CE
  63. Sociedade de Melhoramentos do São Manoel – São Manoel – SP
  64. Terra de Direitos – Paulo Afonso – BA
  65. TOXISPHERA – Associação de Saúde Ambiental – PR
Participantes individuais:
  1. Alexandre de Albuquerque Mourão - CE
  2. Ana Almeida – Salvador – BA
  3. Ana Paula Cavalcanti - Rio de Janeiro - RJ
  4. Angélica Cosenza Rodrigues - Juiz de Fora – Minas
  5. Carmela Morena Zigoni – Brasília – DF
  6. Cíntia Beatriz Müller – Salvador – BA
  7. Cláudio Silva – Rio de Janeiro – RJ
  8. Daniel Fonsêca – Fortaleza – CE
  9. Daniel Silvestre – Brasília – DF
  10. Danilo D’Addio Chammas - São Luiz – MA
  11. Diogo Rocha – Rio de Janeiro – RJ
  12. Florival de José de Souza Filho – Aracajú – SE
  13. Igor Vitorino – Vitória – ES
  14. Janaína Tude Sevá – Rio de Janeiro – RJ
  15. Josie Rabelo – Recife – PE
  16. Juliana Souza – Rio de Janeiro – RJ
  17. Leila Santana – Juazeiro - BA
  18. Luan Gomes dos Santos de Oliveira – Natal – RN
  19. Luís Claúdio Teixeira (FAOR e CIMI) Belém- PA
  20. Maria do Carmo Barcellos – Cacoal – RO
  21. Maria Luiza Fontenele - CE
  22. Maurício Paixão – São Luís - MA
  23. Mauricio Sebastian Berger – Córdoba, Argentina
  24. Norma Felicidade Lopes da Silva Valencio – São Carlos - SP
  25. Pedro Rapozo – Manaus – AM
  26. Raquel Giffoni Pinto – Volta Redonda – RJ
  27. Ricardo Stanziola – São Paulo – SP
  28. Rosa da Fonseca - CE
  29. Ruben Siqueira – Salvador – BA
  30. Rui Kureda – São Paulo – SP
  31. Samuel Marques – Salvador – BA
  32. Tania Pacheco - Rio de Janeiro – RJ
  33. Telma Monteiro – Juquitiba – SP
  34. Teresa Cristina Vital de Sousa – Recife – PE
  35. Tereza Ribeiro   – Rio de Janeiro – RJ
  36. Vânia Regina de Carvalho – Belém - PA

Fonte:
http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2012/07/510065.shtml