segunda-feira, 21 de janeiro de 2013



Berlusconi admite que a “revolução” na Líbia foi fabricada

ImprimirPDF
imagemLa REPUBLICA
La REPUBLICA
O ex-primeiro ministro italiano, Silvio Berlusconi, admitiu que a intervenção da OTAN na Líbia foi orquestrada pelo então presidente Nicolás Sarkozy com o objetivo de obter uma parte do petróleo e do gás natural líbios, depois de uma viagem sua à Líbia em que viu pôsteres de Muammar Kaddafi abraçando Berlusconi.
Segundo um vídeo publicado pela página Eretz Zen em seu canal de vídeo no YouTube, o descobrimento de grandes reservas de gás natural na costa mediterrânea de Síria, Líbano e Israel haveria provocado outra “Revolução de Primavera Árabe” artificial na Síria cuja derrocada significa não apenas tomar o controle das reservas de gás natural de Síria e Líbano – tanto “Líbano quanto Síria se vão” –, mas também a busca de uma rota para o gasoduto de gás natural do Qatar para a Europa e Turquia, enquanto o Qatar busca oferecer a Europa e Turquia um bom acordo referente a este recurso natural que desloque o atual provedor, a Rússia.
Fonte/ Eretz ZenYou Tube

Nenhum comentário: